• BaiãoS
  • FolcloreS
2008072214451846757 1 538 300

Rancho Folclórico de Santa Cruz do Douro

2008072214451846757 1 139 90
20080722144518109669 1 538 300

Racho Folclórico de Santa Cruz do Douro2

20080722144518109669 1 538 300
Pontuação
Ainda não tem opiniões registadas
4128 visualizações
Chart?chst=d map spin&chld=0
0 visitas
Morada
Lugar do Martírio
4640-420
Telefone
(+351) 254 885 143
Fax
(+351) 254 885 277
Latitude
41.11638100096177
Longitude
-8.000106811523438

A Associação Cultural e Recreativa de Santa Cruz do Douro, situada no concelho de Baião, é uma instituição privada, sem fins lucrativos, fundada a 9 de Setembro de 1978.

Esta entidade nasceu de um movimento de dezasseis cidadãos que se organizaram após o 25 de Abril de 1974 numa Comissão de Moradores, tendo em vista promover um conjunto de iniciativas e de actividades que contribuíssem para o desenvolvimento da freguesia e do concelho.

Actualmente, a associação promove actividades culturais, desportivas e sociais, tendo como intuito o desenvolvimento da freguesia e a promoção do concelho de Baião em geral.

HISTÓRIA

O movimento cívico que em 1974 constituiu um grupo a que se chamou Rancho Folclórico não tinha na ocasião a referência autêntica da cultura popular. Era sobretudo um conjunto de boas vontades, daqueles que gostavam de dançar, de tocar e de cantar…

A intervenção da Federação de Folclore Português em 1982 através do seu Presidente, Senhor Augusto Gomes dos Santos, foi decisiva pois, permitiu que se procedesse a uma viragem histórica conferindo-lhe autenticidade.

A pesquisa das danças, de cantares de tradições de usos e costumes que se desenvolveram por várias freguesias deste concelho, nomeadamente em Santa Cruz do Douro, S. Tomé de Covelas, Grilo e Mesquinha redigiu a “Bíblia” do que viria a ser decisivo na formalização do processo de federação do Rancho Folclórico na Federação do Folclore Português.

A primeira apreciação feira pelo Conselho Técnico da Federação que aconteceu na “Casa das Alheiras” em Cabo de Vila - sede provisória da Associação -, não foi favorável. Havia ainda muito trabalho pela frente. O Grupo não desarmou e continuou a proceder a diversos trabalhos para que a autenticidade fosse garantida, nomeadamente na escolha de tecidos, confecção de trajes, na organização das danças, no aperfeiçoamento da tocata enfim, em tudo o que garantisse a verdade do folclore.

A segunda avaliação mereceu o parecer favorável do Conselho Técnico da Federação do Folclore Português que, mais tarde, em 6 de Fevereiro de 1988, veio conferir ao Rancho Folclórico da Associação Cultural e Recreativa de Santa Cruz do Douro o título mais apetecível que era o de ser seu membro de pleno direito.

Assim aconteceu… e a partir daí o Rancho Folclórico tem vindo a manter-se fiel ao seu compromisso, aprofundando o ambiente que o rodeia com a construção da sua sede que é um autêntico espaço de verdadeira cultura popular a que chamamos, com orgulho, CASA DO LAVRADOR.

O período que medeia entre 1978 e 2005 foi de veras difícil mas, há obra e referências que o marcam para toda a vida… E que as gerações vindouras saberão respeitar e continuar.

Esta é a nossa certeza… Porque acima de tudo a verdade sempre nos conduziu e por isso é que hoje com a realização deste Festival Internacional de Folclore, escreve-se mais uma página na história desta Instituição.

Uma palavra de reconhecimento e de gratidão para todos aqueles que colaboraram ao longo destes anos com este projecto, alguns infelizmente já falecidos, mas que nós recordamos, ao mesmo tempo com vaidade e com saudade porque fazem parte desta grande família que é o Folclore.

Foi galardoado com a medalha de prata da cidade Chioleches – Guadalajara, em Espanha pelo Alcaide daquela cidade em 1994.


TRAJES

Os trajes mais emblemáticos são os de Domingueiro, Lavrador Rico e Lavrador Pobre, Pastor, Moleiro e Noivado.


TOCATA

O Rancho Folclórico conta com uma tocata constituída por instrumentos de cordas, concertinas, harmónios, instrumentos de precursão e gaita-de-beiços.


DESLOCAÇÕES REALIZADAS

O Rancho Folclórico da A. C. R. de Santa Cruz do Douro, tem efectuado diversas actuações em festivais nacionais e estrangeiros, em romarias e outros eventos.

Começou o seu trajecto em 1988 e até hoje foram inúmeras as actuações realizadas de norte a sul de Portugal Continental, na Ilha de S. Jorge, nos Açores e a actuação realizada em Tiembles, em Espanha.


PERMUTAS

- Actividades desenvolvidas

A actividade do Rancho Folclórico da Associação Cultural e Recreativa de Santa Cruz do Douro tem sido essencialmente de âmbito cultural, destacando-se a sua federação, a construção do Museu Rural e Etnográfico – “A Casa do Lavrador”, a constituição da Escola de Música, a participação e promoção de Feiras de Desenvolvimento Rural, a participação em diversos certames de promoção do artesanato e da gastronomia nomeadamente em feiras tradicionais, o Cantar dos Reis e das Janeiras e a comemoração de diversas datas importantes ao longo do ano (o Dia da Liberdade, a Desfolhada e a Ceia da Lagarada).

O Rancho Folclórico organiza, desde 1988, o seu festival de folclore. Actualmente o festival decorre no último Sábado de Julho e conta com a participação de pelo menos um grupo estrangeiro.

A Escola de Musica, constituída em 1997, surgiu associada ao Rancho Folclórico, como forma de promoção da música popular entre os mais jovens, e para dar resposta a uma pontual dificuldade em encontrar tocadores para o grupo folclórico. Aprendem a tocar primordialmente os instrumentos tradicionais, como a concertina, viola, violino, cavaquinho e o bombo. Conta actualmente com 12 elementos, de idades compreendidas entre os 11 e os 23 anos.

O Rancho Folclórico participou em diversas feiras de desenvolvimento rural, levando para dar a conhecer e para vender os produtos típicos da região, como enchidos, pão, hortaliça e fruta da época e os artigos de artesanato.

Feira Rural de Paranhos – Porto;
Feira Tradicional – Fafe;
Feira das Tradições – Felgueiras;
Feira Rural Como Há Cem Anos – Arcozelo.

O Rancho Folclórico participou como figurante nas filmagens do romance “Os Maias” que a TV Globo desenvolveu em vários locais, nomeadamente em Baião, Resende, Régua, Mesão Frio e Monção, sendo também da sua responsabilidade algumas músicas da banda sonora desta série televisiva.

- Proposta de permuta

Se faz parte de um grupo folclórico ou organiza actividades etnográficas e folclóricas, e está interessado em estabelecer um intercambio com o Rancho Folclórico da A.C.R. de Santa Cruz do Douro, agradecemos preencha e devolva a ficha de permuta disponível nesta secção.