1 2 4

Aprovada candidatura da Associação de Municípios do Baixo Tâmega no âmbito da Rota do Românico

Foto 3 1 350 9999

 

A Associação do Baixo Tâmega (AMBT) viu aprovada pelo Programa Operacional Regional NORTE 2020 uma candidatura, no âmbito da Rota do Românico, que vai permitir a recuperação, conservação e salvaguarda de vários elementos românicos situados no vale do Tâmega.
Esta candidatura, com um investimento elegível de 741.112 € enquadra-se num projeto que prevê intervenções no Mosteiro de Santo André de Ancede, em Baião, e na Igreja de Santo Isidoro, em Marco de Canaveses, mas também a criação do Centro Interpretativo da Rota do Românico em Veade, Celorico de Basto.

Para o Presidente do Conselho Diretivo da AMBT e Presidente da Câmara Municipal de Baião, Paulo Pereira, “a aprovação desta candidatura mostra a vitalidade e a importância deste tipo de entidades na região, capazes de captar investimentos supramunicipais, que de outra forma os municípios sozinhos teriam mais dificuldade em concretizar.”
De realçar que com a aprovação desta candidatura, desde 2010, a AMBT obteve para o território do Baixo Tâmega um investimento de cerca de 5,8 milhões de euros.

As áreas de intervenção da Rota do Românico, centradas na conservação e valorização do património cultural, têm vindo a promover a crescente afirmação deste projeto como valioso fator de desenvolvimento (sub)regional, contribuindo para a crescente notoriedade deste território (e da Região Norte) como um destino de referência no âmbito de diversos produtos turísticos, designadamente do turismo cultural e paisagístico.